Profissão Fotografia

De hobby a hábito em muitos clicks

Hoje em dia tirar fotos tornou-se um hábito, especialmente entre os jovens.

   Quando o “hobby” passa a despertar um quê a mais, então é o momento de trilhar outros caminhos.

   Quem sabe essa é a sua vocação?! Para te ajudar a descobrir, a EBE Objetivo entrevistou a fotógrafa Estela Fênix, 28 anos, autônoma e fotógrafa por paixão. Inspire-se nessa história!

   Estela começou a se interessar por fotografia quando tinha 15 anos, ao comprar sua primeira câmera fotográfica. “Gostava de fotografar as coisas e a Natureza ao meu redor, mas até então era só um hobby”, conta. Com o passar do tempo, a jovem foi descobrindo sua aptidão por capturar os momentos e aos pouquinhos começou a fotografar amigas próximas, aniversários, chá de bebês, até chegar aos ensaios femininos, que é uma das vertentes da fotografia que mais lhe agrada.

   Agora, mais experiente, ela explica que “um dos principais desafios da profissão para quem está iniciando é encontrar sua própria linguagem fotográfica e descobrir por qual ramo você se interessa e se identifica mais”.

   Existem pessoas que preferem fotografar shows e eventos mais movimentados, há quem prefira fazer ensaios personalizados ou focar apenas em um tema, por exemplo, casamentos, que é hoje um ramo muito abrangente, já que não se trata de atuar apenas na cerimônia em si, mas em tudo o que vem antes disso, por exemplo, o “Pré-Wedding”, que são as fotos que geralmente compõem a retrospectiva do ‘casório’.

Há também ensaios de gestantes, onde os profissionais acompanham todas as etapas, não só a fase em que o bebê está na ‘barriguinha’ da mãe, mas também o nascimento e seus meses de vida, até chegar o primeiro aniversário e assim por diante, um outro estilo de fotografia muito popular nos últimos tempos é o “Smash the Cake”, onde a criança esmaga o bolo, e aí é só colocar a imaginação em jogo para fazer um trabalho diferenciado.

   Falando nisso, Estela Fênix esclarece que alguns dos maiores benefícios da profissão são ter o poder de eternizar memórias em imagens, viajar e poder conhecer lugares novos, ser capaz de trabalhar com a criatividade e nunca cair na rotina e além disso tudo, ainda estamos em um momento bom para esses profissionais. “O mercado de trabalho está bombando, o que aumenta a concorrência por um lado, mas obriga o fotógrafo a estar sempre atualizado e se reinventando, por outro”, destaca.

   A fotógrafa ainda dá a dica para quem deseja começar a se aventurar nessa área: Se você quer seguir carreira, fotografe e estude. Mas antes de mais nada, fotografe muito! Só assim você vai adquirir o olhar e a técnica necessários para se tornar um ótimo fotógrafo, além de aprender com as tentativas e erros. E esteja atento a tudo ao seu redor. Estudar fotografia também é ver um filme, uma exposição, viajar, enfim, aprender a observar”, finaliza.

   Deixe as suas sugestões sobre as profissões que você gostaria de conhecer um pouco mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *