A matemática no Ensino Fundamental

Conheça 4 fatores relacionados ao baixo rendimento dos alunos.

 Professor: Esse texto é para você!

   A matemática é uma das disciplinas consideradas mais difíceis pelos alunos e com um dos maiores índices de recuperação na escola, certo? Sendo assim, surpreender os alunos com novas técnicas pode melhorar esse conceito de que a matemática é um bicho de sete cabeças, entretanto, alguns fatores podem estar relacionados ao baixo rendimento das crianças e dos jovens, são eles problemas ligados a fatores auditivos, visuais de leitura e de escrita.

   Confira as orientações do graduado em matemática Marcos Noé sobre esse assunto e como você pode aprimorar sua metodologia, facilitando o desempenho escolar da turma.

1. Problemas auditivos

   O aluno não consegue ouvir claramente o que você está dizendo, levando-o à incapacidade de aprender os conteúdos. Procure relacionar em seu planejamento, aulas orais e exercícios ditados calmamente. Essa estratégia permite que você visualize aquele aluno que está com um possível problema auditivo.

2. Problemas relacionados à leitura

   A ocorrência de falhas no processo de leitura provoca uma interpretação de má qualidade, prejudicando o raciocínio na resolução de situações-problemas. Alguns alunos apresentam problemas em realizar uma leitura dinâmica, mas quando uma pessoa lê o problema em voz alta, eles conseguem raciocinar e buscar soluções adequadas.

3. Problemas visuais

   Os problemas de acuidade visual são comuns na infância, e quando não identificados, podem prejudicar de forma concreta o rendimento escolar. Caso verifique a ocorrência de algum aluno com dificuldade de visualização, procure situar este estudante mais próximo do quadro.

   Persistindo o problema, procure a coordenação e comunique o fato, a qual informará aos pais sobre uma possível deficiência visual, que pode ser verificada em uma simples consulta ao oftalmologista. Problemas como estes são resolvidos com uma lente corretiva ou o uso de óculos.

4. Problemas relacionados à escrita

   A disgrafia é um problema ligado à linguagem escrita. Crianças portadoras do mesmo, possuem dificuldade na escrita de letras e números. Dessa forma, a própria criança fica impossibilitada de ler o que escreveu, gerando assim, um baixo rendimento escolar.

   Caso note que um aluno possui lentidão ao escrever, textos desorganizados, letra ilegível, traços irregulares e espaçamento entre as linhas desordenados, pode ser um sinal de disgrafia. Da mesma forma, procure repassar o problema à coordenação que buscará soluções adequadas e eficientes para solucionar a situação.

   Procure conhecer sua sala de aula identificando as dificuldades dos alunos logo no início.

   Nunca exponha um problema individual de maneira coletiva. Essa situação pode ocasionar problemas graves voltados para o meio comportamental. Procure trabalhar em parceria com a coordenadora pedagógica da escola, pois ela possui procedimentos adequados para conduzir a situação frente aos pais ou responsáveis e aos próprios colegas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *